terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Respirar...

Ás vezes nem tudo acontece como se quer, ás vezes só acreditar não é suficiente, ás vezes a vontade não chega para se ir até ao fim... Ás vezes magoamos quem não merece, ás vezes magoamo-nos a nós próprios... Ás vezes aquilo que se julga verdade não passa duma ilusão que nos fazem sentir... Ás vezes tem de se bater no fundo para depois podermos dar valor á brisa que se sente quando se consegue emergir até á superficie... Ás vezes temos de preferir pensar no que é bom para nós e não no que os outros esperam de nós... Ás vezes é preciso parar o Mundo, parar o coração e respirar...

9 comentários:

  1. Respira... Isso ninguém to pode tirar :).

    ResponderEliminar
  2. Deep, nem isso nem a vontade de me levantar e seguir em frente...*

    ResponderEliminar
  3. E naquela manha tão vazia como tantas outras , o sol , quente e protetor
    beijou-te a cara como se fosse a primeira vez. Uma inesperada sensação de calor que te faz brilhar os olhos e sentir viva de novo, despertar do pesadelo e acordar. O soalho por baixo da tua cama aquece, as paredes tantas vezes frias e sem vida são agora a certeza que existe um mundo lá fora, uma certeza conquistada não pela esperança mas por um raio de luz que sem receio preenche o teu quarto e te transporta para aquele momento em criança quando tudo à tua volta se resumia às brincadeiras debaixo dos lençóis. O mundo gira, as preocupações mudam mas o sol, esse, está em ti.

    ResponderEliminar
  4. O sol está em todos aqueles que erram mas que mesmo assim, acreditam... Acreditam que é possivel um dia conseguirem emendar o mal que fizemos a nós e aos outros... Que é possivel um dia acordar e já não termos sombras no nosso sorriso nem mágoa no olhar... Que acreditam que o nosso sol muitas vezes acaba por brilhar ainda mais quando mesmo longe e sem saber há quem continue a alimentar os nossos raios com calor e força...

    ResponderEliminar
  5. "Cada regresso teu fazia-me acreditar que afinal nunca te tinhas ido embora, que o tempo é a coisas mais relativa do mundo e que não é a distância que afasta as pessoas quando nasceram para se encontrar."
    Margarida Rebelo Pinto

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Guidinha é que sabe.... :-) Há pessoas que estão supostas a encontrarem-se vezes sem conta, mas sem que isso signifique que alguma vez estiveram realmente perdidas uma da outra...*

      Eliminar
  6. Às vezes devemos amar sem medos, às vezes devemos ficar verdadeiramente felizes com o que temos. Quanto mais felizes estamos, mais medos temos, mais achamos que é bom demais para ser verdade, mas no fundo o amor é assim mesmo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João, o amor é arriscar, é errar, é cair e sabermos levantarmo-nos... Amar é como viver, é saber que tem de se seguir em frente porque nunca se sabe o que pode estar á nossa espera a seguir á proxima curva na estrada... Por vezes é dificil acreditar, confiar, precisamente porque achamos bom demais para ser verdade, que não merecemos essa felicidade... quando finalmente ultrapassamos esses medos, só se espera que não seja já tarde demais...

      Eliminar

Obrigada por partilhares a tua opinião, prometo retribuir o comentário assim que possível*